Embaixada do Chile é atingida por ataque anti-dinamarquês

A embaixada do Chile em Damasco sofreu danos em decorrência do incêndio provocado por manifestantes nas vizinhanças da embaixada da Dinamarca, situada no mesmo edifício, segundo a Chancelaria chilena.No entanto, nenhum funcionário da embaixada, chileno ou local, ficou ferido, graças ao fato de hoje ser feriado em Damasco, fazendo com que os estabelecimentos estivessem fechados."A Chancelaria chilena nos informa que não há pessoas feridas neste incidente ocorrido em Damasco", informou a rádio Cooperativa de Santiago.Os incidentes ocorreram quando um grupo de manifestantes invadiu a embaixada dinamarquesa em protesto pela publicação, em setembro passado, de charges consideradas ofensivas retratando o profeta Maomé em um jornal dinamarquês.A embaixada da Dinamarca compartilha seu edifício com a do Chile e a da Suécia, que também sofreu danos devido ao incêndio.De acordo com fontes diplomáticas chilenas, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas e outras dezenas foram detidas pela Polícia nos incidentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.