Embaixada russa na Líbia é esvaziada após ataque

A Rússia informou nesta quinta-feira que retirou todos os seus diplomatas e suas famílias da Líbia um dia depois de uma ataque contra a embaixada do país em Trípoli.

AE, Agência Estado

03 de outubro de 2013 | 11h06

A Rússia disse que nenhum dos funcionários da embaixada ficou ferido no ataque de quarta-feira, que veio em resposta à morte de um oficial da força aérea líbia. Há suspeitas de que ele teria sido morto por uma mulher russa.

O porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Alexander Lukashevich, disse em um comunicado que decidiu retirar os diplomatas após conversa entre o chanceler líbio e o embaixador russo. O chanceler disse que a Líbia não era capaz de proteger a embaixada.

Lukashevich acrescentou que todos os funcionários da embaixada e suas famílias cruzaram, com segurança, a fronteira com a Tunísia na quinta-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
líbiarússiaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.