Embaixador britânico será chefe civil da Otan no Afeganistão

Mark Sedwill está no país há cerca de um ano e coordenará operações não-militares da organização

Reuters,

26 de janeiro de 2010 | 10h39

O embaixador do Reino Unido no Afeganistão, Mark Sedwill, será apontado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) como o representante civil da entidade responsável por coordenar as ações cívico-militares no país, informou nesta terça-feira, 26, um funcionário do órgão.

 

O diplomata, que pediu para não ser identificado, disse que o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, fará o anúncio ainda nesta terça-feira em uma entrevista coletiva.

 

Sedwill, que está em Cabul há cerca de um ano, trabalhará ao lado do comandante das tropas da Otan no Afeganistão, o general Stanley McChrystal, na implementação de ajuda e desenvolvimento na parte civil.

 

A decisão é parte de um plano para aumentar a eficiência do desenvolvimento civil no país, junto dos mais de 110 mil soldados internacionais que comporão em 2010 as forças de segurança do país.

 

Sedwill dirigirá o trabalho não-militar das 43 nações envolvidas na operação da Otan, além de coordenar a ajuda aos civis para evitar que cresça o apoio aos insurgentes do Taleban.

 

Os países do Ocidente engajados com o Afeganistão se reunirão junto do presidente afegão, Hamid Karzai, e outras autoridades nesta quinta-feira, em Londres, para discutir como revigorar as operações civis e militares no país mais de oito anos depois de os EUA terem iniciado uma guerra contra o Taleban.

Tudo o que sabemos sobre:
OtanAfeganistãoMark SedwillSedwill

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.