Embaixador da UE fala de possível isolamento de Israel

O embaixador da União Europeia (UE) em Israel advertiu que o país pode enfrentar um processo de "crescente isolamento" se as negociações de paz com os palestinos não forem adiante.

Agência Estado

03 de fevereiro de 2014 | 18h29

Lars Faaborg-Andersen disse à emissora canal 2 nesta segunda-feira que tão cenário não será necessariamente o resultado de uma política europeia, mas sim de ações de empresas privadas.

Seus comentários ecoam os feitos pelo secretário de Estado norte-americano John Kerry, que atua como intermediário das conversações e advertiu na semana passada que o boicote pode se expandir se houver fracasso nas negociações.

As advertências causaram tumulto em Israel. Algumas autoridades condenaram as afirmações, enquanto outras recomendaram ao governo que tomassem nota dos avisos.

Um pequeno, mas crescente número de empresas europeias vem cortando suas relações com empresas envolvidas em atividades em assentamentos na Cisjordânia. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UEIsraelisolamentoempresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.