Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Embaixador dos EUA se desculpa com imperador

O embaixador dos Estados Unidos no Japão, Thomas Foley, apresentou hoje suas desculpas pessoais ao imperador e à imperatriz do Japão pelo acidente entre o submarino nuclear americano USS Greeneville e o pesqueiro-escola japonês Ehime Maru. Os japoneses ficaram muito irritados após a revelação de que dois civis estavam em postos de controle do submarino, no momento da colisão. Foley, que está deixando o cargo, pediu desculpas pelo incidente durante um encontro de despedida com o imperador Akihito e a imperatriz Michiko no Palácio Imperial, revelou um porta-voz do palácio, que não quis ser identificado.Segundo o porta-voz, Foley disse que os EUA se estão esforçando para determinar as causas do acidente e encontrar os corpos dos nove japoneses desaparecidos no mar. O imperador disse ao embaixador americano que o acidente foi "realmente uma infelicidade" e manifestou seu pesar pela perda - dos três tripulantes do pesqueiro, dos dois professores e dos quatro estudantes. O Ehime Maru estava sendo usado como um navio-escola por um colégio secundário da Prefeitura (Estado) de Ehime, sudoeste do Japão.O porta-voz Katsuya Okuno disse que funcionários do governo não tinham condições de comentar imediatamente a revelação de que o operador do sonar do Greeneville detectou o Ehime Maru mais de uma hora antes da colisão.

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2001 | 18h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.