Embaixador na OEA renuncia por 'diferenças'

EQUADOR

, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

O embaixador equatoriano na Organização dos Estados Americanos, Francisco Proaño, renunciou por diferenças com o governo do presidente Rafael Correa sobre a disputa entre Colômbia e Venezuela. Sua decisão foi motivada por um pedido do Equador para que o conselho da OEA não convocasse uma reunião extraordinária reivindicada por Bogotá para provar a presença de guerrilheiros na Venezuela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.