Embaixador nega "agenda oculta"de Bush no Peru

O embaixador dos Estados Unidos em Lima,John Hamilton, disse hoje que não existe "uma agenda oculta"para a visita do presidente George W. Bush ao Peru, que teráinício em 23 de março. Hamilton reiterou que os objetivos da visita do mandatárionorte-americano são respaldar o processo de democratizaçãoperuano e discutir uma lei de preferências alfandegárias andinas conhecida como ATP. "Não há uma agenda oculta, a agenda é o que dissemospublicamente", afirmou o embaixador em entrevista com aemissora Radioprogramas do Peru. Hamilton negou especulações segundo as quais a presença deBush no Peru teria a ver com um suposto interesse do governonorte-americano de envolver o país sul-americano no PlanoColômbia, um programa de ajuda financeira e militar dos EstadosUnidos em sua luta contra o narcotráfico. O fato de o Peru será o único país da América do Sul a servisitado por Bush gerou especulações sobre os verdadeirosmotivos da viagem do presidente norte-americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.