Embaixador sérvio deixa Austrália em protesto ao apoio para Kosovo

Sérvia promete retirar chefes de todos os países que reconhecerem independência kosovar

Efe,

21 de fevereiro de 2008 | 04h48

O embaixador da Sérvia na Austrália, Milivoje Glisic, anunciou nesta quinta-feira, 21, que deixará o país nas próximas 24 horas, em protesto contra a decisão do Governo do país de reconhecer a independência do Kosovo. O ministro de Relações Exteriores australiano, Stephen Smith, disse à imprensa que Canberra não se surpreendeu com a retirada do embaixador da Sérvia, depois que o país retirou os chefes de sua missão diplomática nos Estados Unidos e ameaçou fazer o mesmo em todos os países que reconheçam a independência do Kosovo. O primeiro-ministro australiano e líder trabalhista, Kevin Rudd, anunciou na terça-feira no Parlamento o reconhecimento, por parte de seu Governo, da independência kosovar.

Mais conteúdo sobre:
SérviaAustráliaKosovo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.