Embaixador: Ucrânia quer ajuda diplomática e militar

O embaixador da Ucrânia na Organização das Nações Unidas disse neste domingo que está em busca de ajuda diplomática e militar para ajudar a combater a incursão russa no país.

Agência Estado

02 de março de 2014 | 14h25

"Nós queremos aumentar a conscientização mundial (sobre o assunto) e pedir que os líderes internacionais deem um fim a esta agressão quando ainda está na primeira fase", disse Yuriy Sergeyev à rede CNN. "Precisamos de apoio militar também", completou.

Segundo ele, os argumentos concedidos pela Rússia para entrar com tropas no território ucraniano foram um "pretexto absolutamente inaceitável" que não está previsto pelas leis internacionais. "Estamos nos preparando para nos defender", disse Sergeyev. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UCRÂNIACONFLITORÚSSIAONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.