Embaixadora dos EUA jejuará durante o Ramadã

A embaixadora dos EUA no Paquistão, Wendy Chamberlin, decidiu - apesar de ser cristã - fazer o jejum do Ramadã, mês sagrado da religião islâmica, a fim de aprofundar seu conhecimento sobre as tradições muçulmanas. "(Chamberlin) decidiu jejuar durante o Ramadã; ela quer entender melhor a vivência dos muçulmanos durante essa comemoração e conhecer de perto os valores espirituais que emanam do mês sagrado, como por exemplo a solidariedade para com os pobres", disse um porta-voz da embaixada. A diplomata americana foi designada embaixadora em Islamabad pouco antes dos atentados terroristas de 11 de setembro.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.