Embarcação com 260 pessoas naufraga no norte da Indonésia

Cerca de 20 pessoas foram resgatadas e seis mortes foram confirmadas; autoridades não tem informações

Reuters e Efe,

11 de janeiro de 2009 | 12h28

Uma embarcação com 250 passageiros e 17 tripulantes a bordo naufragou neste domingo, 11, em meio a uma tempestade provocada por um tufão tropical perto da ilha de Célebes, no norte da Indonésia, informou a rádio nacional. Segundo um funcionário, o mau tempo e o anoitecer prejudicam os trabalhos de buscas de vítimas.   Rustam Pakaya, chefe do centro de crises do Ministério da Saúde, disse que seis mortes foram confirmadas no acidente, que aconteceu cedo nesta manhã. Fontes portuárias disseram que cerca de 20 pessoas foram resgatadas, incluindo um dos membros da tripulação. Essas pessoas foram encontradas por pescadores em botes salva-vidas no estreito de Macassar, que separa as ilhas de Bornéu e Sulawesi.   A polícia da província de Célebes Ocidental acredita que o navio, chamado Teratai Prima, naufragou por volta das 4 horas (local), a cerca de 50 quilômetros de seu ponto de partida, o porto de Parepare. A embarcação, de 700 toneladas, seguia para Samarinda, no norte da parte indonésia da ilha de Bornéu, quando os tripulantes perderam os contatos por rádio.   "Nós ainda não sabemos o que ocorreu com as pessoas desaparecidas, se elas usavam coletes salva-vidas quando o navio foi atingido, e como, aconteceu de madrugada, a maioria das pessoas provavelmente estava dormindo", afirmou Bambang Ervan, porta-voz do Ministérios dos Transportes.   O ministro dos Transportes Jusman Syafi'i Djamal chegou a dizer que 150 pessoas haviam sido resgatadas do barco, mas a sua condição era desconhecida e ele não deu mais detalhes. A discrepância no número de possíveis sobreviventes não puderam ser imediatamente esclarecidas.   Os sobreviventes disseram que o navio estava muito cheio e que ondas de cinco a seis metros batiam contra o casco. Familiares dos passageiros estão reunidos no porto de Samarinda à espera de informações.  Os acidentes marítimos são frequentes na Indonésia, um arquipélago com mais de 18 mil ilhas. Na maioria das vezes, as tragédias são decorrentes do descumprimento das normas de segurança.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.