Jon Nazca/Reuters
Jon Nazca/Reuters

Embarcação com imigrantes naufraga na costa do Chipre e mata ao menos 16

Segundo agência de notícias turca, barco transportava cerca de 100 pessoas; causas do acidente ainda são desconhecidas

O Estado de S.Paulo

18 Julho 2018 | 10h42
Atualizado 18 Julho 2018 | 10h58

ISTAMBUL, TURQUIA - Ao menos 16 pessoas morreram nesta quarta-feira, 18, e 30 estão desaparecidas após o naufrágio na costa do Chipre de uma embarcação que transportava imigrantes, informou a agência de notícias turca Anatólia.

+ Número de mortos em naufrágios na Tailândia sobe para 38, segundo autoridades

+ Naufrágio na costa da Líbia deixa 63 imigrantes desaparecidos

Cerca de 100 passageiros da embarcação, cuja procedência e destino ainda não se sabe, foram resgatados, segundo a agência.

+ Mais três corpos são encontrados após naufrágio na Indonésia

+ Naufrágio de cargueiro deixa 1 morto e 14 desaparecidos na Malásia

O naufrágio, cujas causas são desconhecidas no momento, foi registrado na costa da cidade de Yialusa.

Equipes de emergência já iniciaram as operações de resgate para encontrar os desaparecidos.

O Chipre está dividido desde 1974, quando o Exército turco invadiu uma parte do norte da ilha em resposta a um golpe de Estado dos cipriotas-gregos que queriam vincular o local à Grécia.

Atualmente a autoproclamada República Turca do Chipre do Norte (RTCN) é reconhecida somente por Ancara, capital da Turquia, e as negociações que visam uma reunificação estão suspensas desde o fracasso em 2017 de um encontro promovido pela ONU.

Nos últimos meses, diversos naufrágios de embarcações com imigrantes foram registrados no Mediterrâneo. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.