Reuters
Reuters

Embarcação russa afunda e deixa pelo menos 54 mortos

Nela havia 132 pessoas - equipes conseguiram resgatar 63 e buscavam por novas vítimas; colisão com gelo pode ter causado acidente

O Estado de S. Paulo

01 de abril de 2015 | 21h59

Pelo menos 54 pessoas morreram após uma embarcação russa afundar no Mar de Okhotsk na noite desta quarta-feira, 1º, na Península de Kamchatka. Nela, havia 132 pessoas - 63 foram resgatadas. Equipes trabalhavam no resgate das demais. 

Segundo informações oficiais, 26 barcos pesqueiros ajudavam as operações de resgate na região, e foram eles que acharam os corpos das vítimas. O ministro de emergências russo Vladimir Puchkov enviou um helicóptero MI-8 para ajudar nas buscas. Uma equipe de cerca de 1300 pessoas trabalha para encontrar os 15 tripulantes que permanecem desaparecidos. 


Ainda não se sabe as razões do naufrágio, mas uma fonte oficial afirmou que a embarcação afundou 15 minutos depois do compartimento de motores ser inundado. Uma colisão com o gelo pode ter causado o acidente. Entre os membros da tripulação, 78 eram russos e 54, de outras nacionalidades. 

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaacidenteMar de Okhotsk

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.