Embate no Iêmen mata 34 militantes e soldados, dizem oficiais

Pelo menos 22 militantes ligados à al Qaeda e 12 soldados iemenitas foram mortos em embates e ataques aéreos na madrugada durante uma nova ofensiva apoiada pelos Estados Unidos contra insurgentes no sul do país, disseram oficiais do governo neste sábado.

REUTERS

19 Maio 2012 | 14h24

O combate teve início na noite de sexta-feira e se estendeu até o sábado na periferia da cidade de Jarr, no sul do país, controlada por militantes islâmicos, que deram mais força a sua campanha durante os meses de instabilidade política.

Tropas do governo, apoiadas por aeronaves norte-americanas, têm tentado pressionar os insurgentes para fora de fortalezas no sul do país, próximo a rotas de transporte de petróleo ao longo do Mar Vermelho.

Os Estados Unidos e a Arábia Saudita temem que a instabilidade no Iêmen possa conceder à divisão regional da al Qaeda maior influência sobre a região.

(Reportagem de Mohammed Mukhashaf e Mohammed Ghobari)

Mais conteúdo sobre:
IEMEN EMBATE INSURGENTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.