Emboscada deixa três marines feridos no Afeganistão

Supostos insurgentes afegãos armaram umaemboscada contra um comboio militar dos Estados Unidos em umaestrada no sul do Afeganistão, causando uma explosão que deixoutrês marines (fuzileiros navais americanos) feridos, um deles em estadograve, informou o Exército dos EUA nesta segunda-feira. O ataque ocorreu no sábado nos arredores da aldeia de Dailanor na conturbada província de Kandahar, disse o tenente coronelTucker Mansager, um porta-voz do Exército americano em Cabul. Os americanos feridos foram levados a um hospital militarestabelecido na base americana de Kandahar. A base abriga aprincipal concentração de forças estrangeiras no sul doAfeganistão. O tenente general David Barno, comandante das forçasamericanas no Afeganistão, disse hoje que o Exército percebeu oaumento da violência no país asiático, mas a maior parte dessesataques estaria se concentrando em alvos considerados fáceis,como instalações civis ou postos de segurança isolados. "Nós estamos percebendo o princípio, durante as duas últimassemanas, de algum aumento da violência provocado pelas forçasinimigas", acusou Barno. "Penso que eles ainda são perigosos e ainda dispõem de meiospara executar ataques, mas esses ataques concentram-se cada vezmais em populações vulneráveis." Barno também disse acreditar que os líderes da rede extremistaAl-Qaeda não têm mais capacidade de orientar, a partir doAfeganistão, ações violentas em outras partes do planeta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.