Embraer cancela solenidade de entrega de avião

A Embraer cancelou uma solenidade, marcada para esta quinta-feira de manhã, comemorativa da entrega do jato regional ERJ nº 500 para a empresa American West, devido aos ataques terroristas que atingiram Nova York e Washington.A solenidade contaria com a presença dos principais executivos daquela empresa norte-americana e convidados especiais de outras empresas dos EUA que são as principais operadoras do jato regional brasileiro.?Não há clima?Fontes da Embraer informaram que não existe clima, nem possibilidade de deslocamento dos executivos americanos para São José dos Campos. A aeronave está pronta, mas não existe previsão de uma nova data de entrega ou se haverá solenidade oficial.A Embraer é a empresa brasileira que tem o maior número de técnicos e executivos americanos trabalhando em sua fábrica em São José dos Campos, e, desde ontem, foi intensificada a segurança da fábrica, a pedido dos próprios funcionários.A empresa considera que ainda é muito cedo para fazer qualquer tipo de análise sobre o futuro ou divulgar qualquer comunicado sobre os atos terroristas nos EUA.Cenário de guerraUm ex-prefeito de São José dos Campos, engenheiro aeronáutico Ednardo de Paula Santos, estava nesta terça-feira em Manhattan, no apartamento da filha, casada com um executivo da Microsoft.Segundo ele, todo o centro de Nova York ficou como se estivesse sido envolvido por uma guerra. "Tinha-se a impressão de que havia começado a Terceira Grande Guerra", afirmou.Para ele, os americanos foram feridos em seu orgulho e amor-próprio e que os ataques vão marcar uma nova política exterior dos EUA "muito mais dura, muito mais fechada e hostil contra os estrangeiros", argumentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.