Emirados Árabes condenam "terrorismo" israelense

Os Emirados Árabes Unidos alertaramhoje que sem uma solução para o conflito no Oriente Médio oterrorismo nunca será erradicado. "Francamente, sem encontraruma solução justa e permanente, não haverá paz, porque adestruição de uma ou de algumas pessoas não resolverá osproblemas de forma permanente, pois centenas ou talvez milharestomarão seu lugar", afirmou o presidente dos EAU, xeque Zayedbin Sultan Al Nahyan, em uma carta aos embaixadores da Otan.A carta do presidente diz que enquanto os Emirados condenam oterrorismo e defendem sua erradicação e seus fomentadores, "omundo árabe e muçulmano não pode aceitar o que está acontecendonos territórios palestinos, com o assassinato de civis inocentes, a privação de sua casa e a destruição de sua terra"."Os Emirados condenam qualquer tipo de terrorismo, incluindoo terrorismo perpetrado pelas forças de ocupação israelensesdiariamente nos territórios palestinos e contra palestinosdesarmados", afirma a carta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.