Emirados Árabes Unidos nomeiam primeira juíza

Os Emirados Árabes Unidos nomearam aprimeira mulher para o cargo de juíza, depois de reformarem alei para permitir que mulheres pudessem ser juízas federais epromotoras, informou a agência de notícias oficial WAM. Kholoud al-Dahiri será juíza no Departamento de Justiça deAbu Dhabi. Ela conseguiu o cargo graças a um decretopresidencial lançado na quarta-feira. Os Emirados Árabes Unidos são constituídos por seteemirados exportadores de petróleo, incluindo o centro comerciale turístico de Dubai. A federação é uma das mais liberais naregião do Golfo, muçulmana e conservadora, onde o lar é a únicajurisdição permitida às mulheres. Mais de 85 por cento da população é formada porestrangeiros. Tanto as habitantes dos emirados quanto asestrangeiras trabalham em vários setores e profissões. O sultão Saeed al-Badi, subsecretário do Departamento deJustiça de Abu Dhabi, disse que a medida reflete os esforços doEstado para incluir as mulheres no desenvolvimento do país. Os Emirados Árabes Unidos já têm duas ministras e novemulheres no Conselho Deliberativo Federal. (Reportagem de Lin Nouehed)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.