Empreiteiros indiciados por desmoronamento na Turquia

Um tribunal turco acusou dois empreiteiros de ?homicídio por negligência? no desmoronamento de um prédio de apartamentos que matou pelo menos 56 pessoas e deixou dezenas de desaparecidos. As esperanças de encontrar mais sobreviventes do desastre de segunda-feira diminuem. Pelo menos 45 pessoas ainda podem estar presas no entulho. O desabamento foi atribuído à má qualidade da construção.Os empreiteiros, Vedat Kaya e Ismail Canlier, foram detidos pela polícia na quarta-feira, e aguardam presos o julgamento, acusados de negligência por ignorara as leis de edificação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.