Empresa alemã desenvolverá rede celular no Iraque

A Siemens AG informa que desenvolverá uma rede de telefonia celular no Iraque, no que se acredita ser o primeiro grande contrato para o país árabe concedido a uma companhia da Alemanha, nação que se opôs com veemência à invasão do Iraque. A Siemens também está em negociação com para fornecer peças para duas usinas de eletricidade iraquianas, disse o porta-voz Peter Gottal.Embora empresas de países que foram contra a guerra estejam excluídas, por ordem de Washington, das principais concorrências para a reconstrução do Iraque, nada impede que essas companhias atuem como subempreiteiras.Nesta semana, o governo Bush disse estar reconsiderando sua decisão e que poderá permitir que firmas de nações contrárias à guerra participem das licitações principais, avaliadas em US$ 18,6 bilhões.O contrato da Siemens, para implantar uma rede de telefonia celular no norte do Iraque, tem como cliente a Wataniya Telecom, uma empresa do Kuwait. A empresa kuwaitiana é a parceira local da AsiaCell, que já operava redes de celular nas áreas curdas do Iraque durante o regime de Saddam Hussein.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.