Empresa chinesa vai produzir genérico para aids

O Desano Shanghai, um laboratório farmacêutico chinês, anunciou hoje que recebeu autorização de Pequim para produzir um genérico de um poderoso medicamento contra a aids que é patenteado na China por uma companhia americana.Segundo Li Jinliang, subgerente do laboratório chinês, com sede em Xangai, o órgão regulador de Pequim autorizou sua empresa a fabricar o ddI, um remédio que retarda os efeitos da aids e cuja patente na China pertence à Bristol-Myers Squibb, com sede em Nova York.A empresa americana informou, através do porta-voz Robert Laverty, que sua patente na China é válida apenas para o medicamento na forma de pílula. De acordo com a Bristol-Myers Squibb, a Desano fabricará o ddI em pó, o que é permitido.No entanto, advogados da farmacêutica americana disseram que a aprovação para a fabricação do ddI faz parte dos esforços do governo chinês para pressionar as empresas estrangeiras a reduzirem os preços dos remédios importados, especialmente os utilizados no tratamento contra a aids.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.