Empresa do Japão testa Boeing 787 Dreamliner amanhã

Tóquio, 27/04/2013 - A companhia aérea japonesa All Nippon Airways (ANA) vai testar um de seus Boeing 787 Dreamliners modificados neste domingo, três meses após os voos do avião serem suspensos mundialmente por causa de incidentes envolvendo a bateria do modelo.

Agência Estado

27 de abril de 2013 | 19h54

A ANA, que tem a maior frota mundial do Dreamliner, vai fazer o teste com seu presidente e o executivo-chefe da Boeing a bordo da aeronave.

A Administração Federal da Aviação (FAA, na sigla em inglês) norte-americana e outros reguladores suspenderam as operações com o Dreamliner em meados de janeiro, após falhas com as baterias de íon-lítio do modelo causarem um incêndio em uma aeronave estacionada em Boston e levarem à aterrissagem forçada de outro avião, operado pela ANA, no Japão.

Após meses de investigação, a FAA aprovou o reparo feito nas baterias pela Boeing na última quinta-feira. Neste sábado, a Ethiopian Airlines foi a primeira empresa a voltar a usar o Dreamliner, em um voo de duas horas que partiu da Etiópia com destino ao Quênia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoANAboeingvoo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.