Empresa dos EUA vai operar porto no Iraque

A agência dos EUA para o desenvolvimento internacional, USAID, concedeu um contrato de US$ 4,8 milhões para a companhia norte-americana Stevedoring Services of America (SSA), com sede em Seattle, para operar o porto iraquiano de Umm Qasr, por onde são exportados estimados 1 milhão de barris de petróleo por dia.Segundo comunicado da USAID ontem, a SSA será responsável pela operação do porto, "permitindo que alimentos, ajuda humanitária, materiais de reconstrução e outros sejam carregados e descarregados pelo porto".Hoje, um comandante britânico afirmou à televisão paga norte-americana Fox News que a cidade de Umm Qasr está sob controle das forças que invadiram o Iraque. Segundo TV, os britânicos estão retirando minas do porto e esperam que a ajuda humanitária possa chegar a Umm Qasr em 48 horas. O contrato concedido à SSA é parte do plano de reconstrução da infra-estrutura do Iraque que está sendo coordenado pela USAID. Não está claro se outras empresas receberão contratos para atuar no mesmo porto, nem a duração do contrato.Companhias britânicas também estariam disputando os trabalhos em Umm Qasr, assim como outros contratos de reconstrução de estradas, edifícios e aeroportos do Iraque. De acordo com um funcionário do governo norte-americanos, do suplemento de US$ 74,7 bilhões pedido ao Congresso pelo presidente Bush para o orçamento do ano fiscal de 2003 por causa da guerra contra o Iraque, US$ 8 bilhões serão reservados para os trabalhos de reconstrução do país. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.