Empresa russa anuncia diamante de 301 quilates

A empresa russa de mineração de diamantes Alrosa anunciou nesta quarta-feira a extração de um diamante gigantesco de 301,55 quilates - o terceiro maior diamante de lata qualidade já extraído na história ou da ex-URSS. O diamante tem cor limão, é puro e acredita-se que tenha sido um terço de uma pedra maior. ?É um fragmento de um octaedro ainda maior?, disse Gennady Shmarov, geólogo-chefe da indústria. ?Há esperança de que mais fragmentos da pedra sejam descobertos?.A empresa informa que o diamante só é menor que o diamante 26º Congresso do Partido Comunista, de 342,5 quilates, encontrado em 1980, e que o Alexander Pushkin, de 320,65 quilates. A Alrosa, uma estatal, é a única mineradora de diamantes da Rússia e a segunda maior produtora de pedras brutas do mundo, atrás da DeBeers.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.