Empresa turca deixa o Iraque para salvar funcionários

Uma construtora da Turquia anunciou o fim de suas operações no Iraque, para tentar salvar a vida de 10 funcionários que seqüestrados por terroristas. Também hoje, a rede estatal de televisão TRT informou que o corpo de um turco, identificado como Akar Besir, foi encontrado em uma área próxima a Mossul. A emissora disse que Besir era motorista de uma empresa que prestava serviços ao exército dos EUA. Também na manhã de hoje, Tashin Top, um refém turco no Iraque cuja empresa se retirou do país, foi libertado pelos seqüestradores, segundo o Ministério do Interior turco. Top foi seqüestrado em 5 de agosto. A empresa de construção Vinsan, com base em Ancara, informou, através de um comunicado, que está fechando as portas de suas representações no Iraque. De acordo com a firma, seus 10 funcionários são inocentes e estavam apenas trabalhando para sustentar suas famílias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.