Empresário é eleito presidente do Paquistão

O Congresso do paquistanês elegeu nesta terça-feira o empresário Mamnoon Hussain como o 12º presidente do Paquistão, informou a televisão estatal.

Agência Estado

30 Julho 2013 | 08h44

Como candidato do partido governista Liga Muçulmana do Paquistão-N (PML-N), sua eleição era considerada certa na disputa entre dois candidatos para substituir o presidente Asif Ali Zardari, cujo mandato termina em setembro.

A votação aconteceu após um ataque de militantes do Taleban, tarde da noite, contra uma prisão no noroeste do país, o que ilustra um dos maiores desafios enfrentados pelo novo presidente. Os militantes libertaram mais de 250 prisioneiros, dentre eles 25 "terroristas perigosos" e mataram mais de dez pessoas, dentre elas guardas e prisioneiros xiitas, informaram autoridades.

Mamnoon Hussain é um empresário do setor têxtil que há muito tempo integra o partido governista e serviu, por um breve período, como governador da província de Sindh, em 1999.

O presidente do Paquistão, cujo cargo é basicamente cerimonial, não é eleito pelo voto popular, mas por legisladores do Senado, da Assembleia Nacional e pelas assembleias de quatro províncias. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Paquistãoeleiçãopresidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.