Empresários dizem que Santos é 'fundamental' para a paz na Colômbia

Líderes de importantes setores empresariais enviam carta declarando apoio ao presidente, que tenta a reeleição

O Estado de S. Paulo

12 de junho de 2014 | 08h59

BOGOTÁ - Um grupo de 79 empresários da Colômbia declarou nesta quinta-feira, 12, apoio ao presidente Juan Manuel Santos, que tenta a reeleição, a 4 dias do segundo turno. Os empresários afirmaram que Santos é "fundamental" para os diálogos de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Em uma carta enviada ao presidente, os líderes de importantes setores empresariais do país dizem estar "convencidos que para a Colômbia será fundamental seguir contando, em um novo período presidencial, com a continuidade dos programas (de Santos) e com a construção da paz".

O candidato opositor Óscar Iván Zuluaga afirmou durante sua campanha que é contra a negociação de paz da forma que está sendo conduzida pelo governo. Para o candidato apoiado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, é preciso haver condições para que o diálogo continue.

Zuluaga afirma que as Farc precisam interromper as atividades criminosas e se comprometerem com o diálogo antes de haver alguma concessão por parte do Estado. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.