Empresas fazem doações para vítimas de atentado

As grandes corporações norte-americanas vão doar milhões de dólares para ajudar famílias das vítimas do atentado de terça-feira, quando dois aviões bateram contra o World Trade Center e um outro colidiu com o Pentágono.A General Electric afirmou que doará US$ 10 milhões para as famílias dos bombeiros, policiais e outras pessoas que participaram do resgate das vítimas do atentado e também foram soterrados pelos destroços do World Trade Center.A Cisco Systems, gigante do setor de informática, doou US$ 6 milhões para a Cruz Vermelha e outras entidades assistenciais. O Weels Fargo vai contribuir com US$ 1 milhão para a Cruz Vermelha.A Sprint, operadora de telefonia celular norte-americana, vai doar US$ 500 mil para a Cruz Vermelha Americana e vai fornecer 2.300 celulares para as pessoas que trabalharem no resgate de corpos e outras funções relacionados com o desastre de terça-feira. A Sprint também disse que será possível fazer ligações de emergência gratuitamente em suas lojas na cidade de Nova York. Os orelhões da empresa também farão ligações de graça"Enquanto a nação se recupera, é importante que nós apoiemos o trabalho daqueles que trabalharão no resgate, e nós acreditamos que essas contribuições ajudem essas pessoas em seus importantes trabalhos", disse o executivo chefe da Sprint, William T. Esrey.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.