Encapuzados jogam bombas contra sede do governo chileno

Identificados como o grupo anarquista chamado CRA,eles também investiram contra uma agência bancária, uma lanchonete e pontos de ônibus, e ainda enfrentaram a polícia Indivíduos encapuzados lançaram neste domingo, 10 uma bomba incendiária e várias de tinta contra o Palácio de la Moneda, durante uma marcha da esquerda em lembrança ao 33º aniversário do golpe militar de 1973.Segundo os organizadores da manifestação, os autores do ataque, que também investiram contra uma agência bancária, uma lanchonete e pontos de ônibus, e ainda enfrentaram a polícia, pertencem a um grupo anarquista chamado CRA.Embora o fogo da bomba, jogada contra uma janela da sede do governo chileno, tenha apagado em poucos segundos, fontes policiais disseram que houve danos de certa consideração.O ataque ocorreu quando a marcha, de milhares de pessoas, passava pela rua Morandé, onde tradicionalmente é feita uma parada para homenagear Salvador Allende, em frente à porta que ele costumava utilizar durante seu Governo (1970-1973).As forças contra motins da Carabineiros utilizaram carros com jatos d´água e bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os encapuzados.Enquanto isso, a marcha prosseguia em direção ao Cemitério Geral de Santiago, cerca de três quilômetros ao norte do Palácio de la Moneda.I

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.