Enchente atinge o norte da Itália e mata 6 em Gênova

Chuvas torrenciais castigaram nesta sexta-feira a região italiana da Ligúria (norte), atingido particularmente a capital Gênova, onde pelo menos 6 pessoas foram mortas nas enchentes. As águas arrastaram carros, móveis e árvores pelas ruas estreitas do centro da cidade. "Foi uma coisa nunca vista, um tsunami. Um drama terrível, foram chuvas de monção", disse a prefeita de Gênova, Marta Vincenzi.

AE, Agência Estado

04 de novembro de 2011 | 17h00

Luca Cari, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Gênova, disse que pelo menos 6 pessoas foram mortas e 1 está desaparecida. Dois dos mortos eram crianças. O operário desempregado Rosario Gioia, de 38 anos, disse que viu uma mulher e duas crianças serem arrastadas pelas águas na rua Fereggiano, que fica no centro de Gênova. Ele conseguiu agarrar um menino de um ano pelo pé, mas quando os dois foram retirados da lama a criança estava morta, informou a agência Ansa. O centro histórico de Gênova ficou completamente alagado.

As chuvas já mataram pelo menos 10 pessoas na região costeira da Ligúria, perto de Gênova, desde 28 de outubro. Mas nesta sexta-feira, grande parte do norte da Itália sofreu com fortes temporais. Uma enchente também atingiu Veneza, perto do Adriático.

A Defesa Civil lançou um alerta de enchentes para a região inteira da Ligúria, com validade até o domingo.

As informações são da Associated Press e da Ansa.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaLigúriaGênovaenchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.