Sakchai Lalit/AP
Sakchai Lalit/AP

Enchente avança por Bangcoc e coloca metrô em risco

Três estações são monitoradas com atenção, mas operações não foram interrompidas

Agência Estado

04 de novembro de 2011 | 10h40

BANGCOC - As enchentes que assolam a Tailândia avançavam ainda mais pela capital do país, Bangcoc, nesta sexta-feira, 4. Um importante cruzamento no norte da cidade está alagado e o sistema metroviário de Bangcoc corre risco de inundação, informaram autoridades locais.

 

A água das piores enchentes em mais de meio século no país inundou Lad Phrao, um intersecção de três importantes avenidas. A água alcança em média 40 centímetros nesta área repleta de torres de escritório, condomínios e um centro comercial popular. O lugar é próximo do mercado de Chatuchak, um destino muito popular entre os turistas que visitam a capital tailandesa.

 

Três estações do metrô de Bangcoc estão sendo monitoradas com atenção, mas continuam abertas. Barreiras de aço foram instaladas no entorno das estações subterrâneas de metrô para impedir que elas alaguem.

 

As enchentes que agora afligem Bangcoc começaram em julho e já mataram quase 450 pessoas em toda a Tailândia. O governo ordenou a saída da população de oito dos 50 distritos da capital e os moradores de diversos outros foram alertados a se prepararem para uma saída iminente. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TailândiaenchentesÁsiaBAngcoc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.