Esteban Biba/EFE
Esteban Biba/EFE

Enchente deixa dois mortos na Guatemala

Estação chuvosa no país, que começou no final de abril e termina em novembro, já totaliza cinco mortes

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2019 | 01h03

CIDADE DA GUATEMALA - Uma enchente causada por fortes chuvas deixou dois mortos na capital da Guatemala, afirmou uma fonte da proteção civil neste sábado, 3.

As vítimas foram arrastadas pelas águas em um bairro popular do município de Amatitlán, a cerca de 15 km ao sul da Cidade da Guatemala, disse Julio Sánchez, porta-voz da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres da Guatemala (Conred). O funcionário explicou que as vítimas são "um adulto e um menor".

Com o desastre, as fatalidades da estação chuvosa na Guatemala, que começou no final de abril e termina em novembro, aumentaram para cinco, segundo dados da Conred.

Os números indicam também que cerca de 1.200 pessoas precisaram deixar seus lares. Outras 293.591 foram afetadas por inundações, com casas encharcadas ou deslizamentos de terra que bloquearam estradas. Além disso, as chuvas deixaram até agora 361 casas com danos moderados ou  severos, enquanto duas pontes foram destruídas.

Em 2018, as chuvas deixaram nove mortos, número inferior às 30 mortes na temporada de 2017, segundo Conred.

A estação chuvosa costuma causar diversas mortes na Guatemala, onde 59% de seus 17,7 milhões de habitantes vivem na pobreza, além de ser um dos principais países vulneráveis ​​a desastres naturais. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.