Efe
Efe

Enchentes custam US$ 42 bi ao setor privado na Tailândia

Números oficiais dos danos para o setor público, no entanto, não foram revelados

Efe,

09 de dezembro de 2011 | 09h59

BANGCOC - As enchentes deste ano na Tailândia custarão ao setor privado US$ 42 bilhões em despesas de reparos e perdas de lucros, indicam os dados oficiais divulgados nesta sexta-feira, 9, pela imprensa tailandesa.

Os números oficiais dos danos para o setor público, no entanto, não foram revelados até o momento pelas autoridades.

Conforme cálculos do vice-presidente da Federação das Indústrias Tailandesas, Sompong Tancharoenpol, o prejuízo às médias e às pequenas empresas nas oito províncias mais afetadas chegará a US$ 25,8 bilhões, informou o jornal "Bangkok Post".

As enchentes alagaram mais de 10 mil fábricas em oito províncias e atingiram 660 mil trabalhadores, pelas estimativas da entidade.

O diretor do Escritório de Promoção da Pequena e Média Empresa da Tailândia, Yutthasak Supasorn, indicou que os prejuízos foram tão grandes que causarão uma redução do crescimento do setor neste ano de 4% e 4,2% previstos para 1,8% e 2%.

A confiança do consumidor recuou de 62,8% em outubro para 61% em novembro, conforme o Centro de Previsões Financeiras e Econômicas.

A Federação das Indústrias Tailandesas propôs ao Governo que coopere com a criação de um fundo de ajuda às indústrias, que ofereça uma moratória às dívidas das pequenas e médias empresas e que utilize o fundo da Previdência Social para indenizar os trabalhadores desempregados durante o período de reconstrução e reparos.

As enchentes na Tailândia, as piores dos últimos 50 anos, começaram em julho, se prolongaram até novembro e causaram 684 mortes e mais de 5 milhões afetados.

Bangcoc se salvou parcialmente. A água não chegou a atingir o centro financeiro e comercial, apesar de ter alagado o antigo aeroporto de Don Muang, que opera os voos nacionais, e bairros inteiros da periferia da capital.

O serviço de coleta de lixo de Bangcoc bateu recorde na quarta-feira com a retirada de 12.463 toneladas de resíduos. Outro recorde coube aos serviços especiais que capturaram uma fêmea de crocodilo pesando 200 quilos e com três metros de comprimento. O animal nadava no distrito de Bang Bua Thong.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândiaenchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.