Enchentes deixam centenas de milhares ilhados na Índia

Chuvas de monção inundaram mais de 2 mil vilarejos no nordeste da Índia, levando casas e deixando centenas de milhares de pessoas ilhadas nesta sexta-feira. Pelo menos 27 pessoas morreram, mas espera-se que esse número aumente.

AE, Agência Estado

29 de junho de 2012 | 11h06

A Força Aérea indiana entregou pacotes de comida para pessoas espremidas em áreas secas, junto com gado e elefantes selvagens. Equipes de resgate desceram de helicóptero nas regiões afetadas para ajudar as pessoas ilhadas, mas a chuva que não parava de cair complicou as operações.

Cerca de 1 milhão de habitantes foram retiradas de suas casas para fugir das águas do rio Brahmaputra, um dos maiores da Ásia, que transbordou no estado de Assam. A capital de Assam, Gauhati, foi atingida por deslizamentos que soterraram três pessoas. Linhas telefônicas pararam de funcionar e viagens de trem foram canceladas por causa da lama nos trilhos.

As chuvas de monção também atingiram o Nepal. Um deslizamento no distrito de Tanahu soterrou uma casa na noite de quinta-feira, matando sete pessoas. No distrito vizinho de Baglung, outro deslizamento matou uma pessoa e deixou duas desaparecidas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ÍNDIANEPALCHUVAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.