Enchentes deixam milhares de desabrigados na Indonésia

Centenas de milhares de pessoas na Indonésia e Malásia estavam em abrigos improvisados neste sábado, 30, depois que enchentes nas últimas semanas as forçaram a abandonar suas casas, mas autoridades afirmam que as condições estão melhorando gradualmente.Nas províncias de Aceh e Sumatra do Norte, em que as enchentes e deslizamentos de terra mataram pelo menos 114 pessoas, o total de desabrigados chegou aos 272 mil, disse à Reuters Agus Sardiyarso, um membro do centro de coordenação de desastres em Jacarta.É uma melhora significativa em relação aos 400 mil desabrigados contados no início da semana.A situação no estado de Johor, no sul da Malásia, também estava melhorando, mas mais de 58 mil pessoas ainda estavam em campos de resgate, em relação aos 63 mil de sexta-feira, e várias estradas ainda estavam alagadas, segundo a agência de notícias Bernama.O Departamento Meteorológico da Malásia, que havia divulgado alertas de mais chuva nas regiões das cheias, disse no sábado que chuvas pesadas eram improváveis nos próximos dias."Haverá apenas chuvas moderadas em Johor e outras regiões", disse uma autoridade local à Reuters. Pelo menos 11 pessoas foram mortas nas enchentes da Malásia.Negociantes disseram que estradas e pontes avariadas estão atrapalhando o transporte de mercadorias na Indonésia.Mas em Aceh, que tem os mais importantes campos de gás natural e usinas de processamento, a produção e transporte de gás natural não foram afetados, disseram representantes do setor.As autoridades responsabilizaram as chuvas e o desmatamento pelo desastre. O corte de madeira legal e ilegal torna o solo incapaz de absorver o excesso de água, além de ficar mais propenso a deslizamentos de terra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.