Enchentes deixam pelo menos 109 mortos em Sumatra

As enchentes e deslizamentos de terra registrados na ilha indonésia de Sumatra deixaram pelo menos 109 mortos e centenas de desaparecidos, de acordo com a agência Associated Press. No entanto, segundo a imprensa local, autoridades da província de Aceh encontraram nesta terça-feira os corpos de 500 vítimas em um povoado da região.Nesta quarta-feira, pacotes de alimentos e remédios foram fornecidos nesta quarta-feira aos 414 mil desabrigados pelas enchentes que atingiram a ilha indonésia de Sumatra. "As águas estão baixando e algumas estradas estão sendo reparadas", disse Syamsul Maarif, responsável pela Coordenação Nacional de Ajuda para Desastres.O porta-voz da administração da província de Aceh, Nasir Moussa, confirmou os números e afirmou que os corpos ainda precisam ser identificados, pois não podem ser enterrados sem a autorização dos familiares. No entanto, estes dados ainda não são oficiais, especificou Satoko Nakagawa, diretora de informação do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação da Reconstrução em Aceh (Unorc). "Por enquanto, as autoridades regionais confirmaram 47 mortes e mais de 500 pessoas desaparecidas", disse.O transporte por terra entre a cidade de Kuala Simpang, capital da província de Aceh, e Medan, no norte de Sumatra, continua interrompido por causa das enchentes e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas. Um dos problemas mais sérios é o transporte de alimentos e água potável aos quatro subdistritos de Telaga Muku, Seuruwey, Banda Mulia e Sungai Hiu, já que muitas dessas áreas permanecem isoladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.