Enchentes em Moçambique deixam 40 mortos

Cerca de 40 pessoas morreram com as fortes enchentes que atingiram Moçambique, principalmente a cidade de Chokwe, no sul do país. "Eles encontraram mais quatro corpos nas últimas 24 horas", disse Jorge Makwakwa, prefeito de Chokwe, acrescentando que as ruas da cidade estão cheias de pedaços de animais mortos. "Estou mobilizando trabalhadores para retirar os destroços, mas precisamos de máscaras e luvas."

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2013 | 15h05

Segundo um levantamento de sexta-feira da Organização das Nações Unidas (ONU), as enchentes no país já mataram pelo menos 36 pessoas e tiraram quase 70 mil famílias de suas casas. O número de mortos chegou a 40 com os quatro corpos encontrados neste domingo.

As enchentes, que também atingiram os países vizinhos de Zimbábue e África do Sul, são resultados de dias de chuvas torrenciais este mês que elevaram o nível do rio Limpopo. Agências da ONU informaram neste domingo que 23 mil famílias buscaram refúgio em campos e que 75 mil pessoas já estão sendo alimentadas por programas das Nações Unidas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Moçambiqueenchentemortestragédia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.