Enchentes já matam 27 pessoas no sul da África

50 mil pessoas da região devem ser desalojadas e mais de 30 mil estão em situação de risco devido às chuvas

Agência Estado e Associated Press,

14 de janeiro de 2008 | 19h03

Devido às chuvas torrenciais na região do sul da África, pelo menos 27 pessoas já morreram em Zimbábue. No ano passado, centenas de pessoas perderam suas casas nas enchentes em Moçambique, e agora estão sendo novamente evacuadas com a cheia do rio Zambezi, que ameaça os campos onde foram reassentados. "O número de desabrigados está atingindo um nível crítico", declarou a chefe da Unicef em Moçambique, Leila Pakkala. "Uma ação imediata é crucial para prevenir a erupção de doenças, que são a grande preocupação da crise, especialmente entre crianças", completa.   A unidade de proteção civil de Moçambique mobilizou dois barcos para transportar 18 mil pessoas de duas áreas de assentamentos na província de Tete, no noroeste do país, para uma área mais segura. De acordo com a Cruz Vermelha em Genebra, cinco países da região - Zâmbia, Malavi, Lesoto, Suazilândia e Madagáscar - podem sofrer inundações devido às recentes chuvas.   No ano passado, por causa das chuvas torrenciais ao menos 40 pessoas morreram e mais de 120 mil ficaram desabrigados. Neste ano, cinco pessoas já se afogaram e duas foram devoradas por crocodilos. Segundo estimativas, 50 mil pessoas da região devem ser desalojadas e mais de 30 mil estão em situação de risco. De acordo com o jornal oficial de Zimbábue, Herald, ao menos 10 pessoas estão retidas há cinco dias na ilha de Mavingo, no sul do continente. Elas ficaram presas quando o nível da água subiu rapidamente na semana passada e correm o risco de morrer de fome ou afogados.   O jornal disse que os esforços para resgatar os habitantes, entre eles duas crianças, têm sido impedidos pelo aumento do nível das águas e os funcionários locais estão pedindo ajuda às forças armadas. A previsão para a próxima semana é que as chuvas continuem e podem se estender até abril, de acordo com a Cruz Vermelha.  

Tudo o que sabemos sobre:
Sul da AfricaZimbábueCruz Vermelha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.