Enchentes levam australianos a se refugiar em telhados

Autoridades descreveram correnteza que avançou sobre cidade deixando 8 mortos como 'tsunami'.

BBC Brasil, BBC

11 de janeiro de 2011 | 10h06

Autoridades australianas estão pedindo que milhares de pessoas deixem suas casas nos arredores de Brisbane, terceira maior cidade do país.

Ao menos oito pessoas morreram no que foi descrito como o pior episódio desde o início da crise provocada pelas fortes chuvas no Estado de Queensland.

Uma forte correnteza avançou na segunda-feira sobre as ruas da cidade de Toowoba, a oeste de Brisbane. Autoridades locais compararam a correnteza a um tsunami, com água atingindo dois metros de altura e com poder de arrastar carros e pedestres.

Cerca de 40 pessoas foram resgatadas dos tetos de suas casas

Cinquenta e novas pessoas ainda estão desparecidas. Cerca de outras 40 foram resgatadas dos tetos de suas casas.

A previsão do tempo para os próximos é de novas chuvas e por isso as equipes de resgate agora lutam contra o tempo.

A primeira-ministra australiana, Julia Guillard, disse que entende que os últimos dias foram angustiantes, mas que haverá ainda "dias negros" pela frente.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.