Enchentes matam 169 e desabrigam 200 mil

Ao menos 169 pessoas morreram e cerca de 400 desapareceram em razão das enchentes que atingiram a Coreia do Norte entre junho e julho, informou o governo norte-coreano ontem. Segundo Pyongyang, mais de 200 mil habitantes tiveram de deixar suas casas e aproximadamente 65 mil hectares de terras cultiváveis ficaram submersos pelas inundações - que ocorreram após uma severa seca e renovaram preocupações sobre a capacidade do país de alimentar seu povo. A ONU está mandando comida ao país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.