Enchentes matam 46 em Mianmar e 56 em Bangladesh

Inundações mataram pelo menos 46 pessoas no noroeste de Mianmar, informou a imprensa estatal hoje. Equipes de resgate retiravam moradores de áreas afetadas, após dias de chuvas incessantes. No vizinho Bangladesh, o número de mortos pelas chuvas subiu para 56.

AE-AP, Agência Estado

17 de junho de 2010 | 09h23

As mortes em Mianmar ocorreram na terça-feira, no Estado de Rakhine, norte do país, fronteira com Bangladesh, que por sua vez é afetado por fortes chuvas há dois dias. As autoridades locais seguem buscando as vítimas e tentando reabrir uma importante via danificada pelas chuvas, informou o jornal Myanma Ahlin. Algumas pontes também foram destruídas pelas chuvas torrenciais na região.

A televisão estatal informou ontem que 28 pessoas morreram quando as casas que elas haviam construído nas montanhas ruíram, por causa das enchentes em Buthidaung, 576 quilômetros a noroeste de Rangum. Outras 18 morreram em Maundaw, no sul de Buthidaung.

As inundações são comuns durante a temporada de chuvas de monções, que geralmente começa no fim de maio. O ciclone Nargis atingiu Mianmar em maio de 2008, deixando mais de 140 mil pessoas mortas ou desaparecidas.

Equipes de resgate de Bangladesh descobriram mais três corpos durante a noite em Cox, elevando o número de mortos nas enchentes nesse país para 56.

Tudo o que sabemos sobre:
enchentesmortesMianmarBangladesh

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.