Enchentes matam centenas na Coréia do Norte

Segundo agência oficial de notícias, mais de 30 mil casas foram destruídas; pelo menos 200 estão desaparecidos

BBC Brasil, BBC

14 de agosto de 2007 | 03h05

Enchentes provocadas por fortes chuvas nos últimos dias deixaram centenas de pessoas mortas ou desaparecidas na Coréia do Norte, segundo informações da agência de notícias oficial KCNA. Desde o dia 7 de agosto, as chuvas provocaram "enormes danos humanos e materiais", conforme a agência. De acordo com a KCNA, as chuvas torrenciais também destruíram mais de 30 mil casas de mais de 63 mil famílias, submergiram dezenas de milhares de hectares de lavouras e provocaram cortes no fornecimento de energia. Pelo menos 800 prédios públicos e mais de 500 pontes e trechos de ferrovias também foram destruídos pelas chuvas, disse a agência. "As fortes chuvas destruíram as principais ferrovias, estradas e pontes do país, provocaram o corte do fornecimento de energia e da rede de comunicações." A região mais afetada é a província de Kangwon, onde cerca de 20 mil casas foram danificadas. Em agosto do ano passado, as fortes chuvas da estação devastaram a Coréia do Norte. Acredita-se que centenas de pessoas morreram na ocasião, mas não há dados precisos. A Coréia do Norte geralmente mantém segredo sobre acidentes ou desastres naturais ocorridos em seu território, o que torna difícil confirmar a extensão dos danos provocados pelas chuvas. Segundo ambientalistas, porém, o desmatamento tem tornado as enchentes ocorridas na estação de chuvas mais devastadoras. Esses especialistas afirmam que os agricultores ampliaram as áreas de cultivo, invadindo regiões de montanhas e florestas, o que tornou essas terras mais suscetíveis a deslizamentos e erosão. Ambientalistas afirmam que décadas de má administração dos recursos naturais da Coréia do Norte deixaram grandes partes do país vulneráveis a inundações e deslizamento de terras. A Coréia do Norte não produz quantidade suficiente de alimentos para suprir a demanda de sua população e depende de ajuda externa. Na década de 1990, acredita-se que 2 milhões de norte-coreanos morreram de fome. As enchentes que castigam a Ásia já afetam milhões de pessoas em diversos países, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
coréia do norteenchente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.