Enchentes matam pelo menos 17 no sul do Marrocos

O governo do Marrocos informou que fortes enchentes no sul do país mataram pelo menos 17 pessoas após pesadas chuvas no final de semana. Dezoito pessoas ainda estavam desaparecidas.

Estadão Conteúdo

24 Novembro 2014 | 10h19

Somente na cidade de Guelmim, 13 pessoas morreram por causa de uma enchente repentina que inundou o leito seco de um rio, segundo informações do Ministério do Interior divulgadas pela agência nacional de notícias na noite de domingo.

Também ocorreram inundações perto da cidade de Marrakech, muito popular entre turistas europeus. De acordo com meios de comunicação locais, estradas foram interrompidas e ônibus de turismo ficaram impedidos de transitar.

O Ministério informou também que pelo menos 18 pessoas estão desaparecidas. A imprensa local relatou que dezenas de casas foram levadas pelas águas e o acesso a pontes foi interrompido pelas enchentes. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Marrocosenchentessulmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.