Enchentes matam três na Sicília e atingem a Calábria

Autoridades italianas alertaram nesta quarta-feira que o leste da Sicília e a região da Calábria, no sul da Itália, devem se preparar para mais chuvas torrenciais, em meio a deslizamentos de terras que mataram pelo menos três pessoas. A vila de Saponara, perto de Messina (Sicília), foi inundada por uma avalanche de lama que matou um menino de 10 anos, além de dois homens, pai e filho, soterrados em casa.

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2011 | 15h11

Segundo informações da agência Ansa, uma jovem de 24 anos antes tida como desaparecida conseguiu se salvar em Saponara. Ela foi salva junto a uma mulher de 50 anos pelos bombeiros. O primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, está sendo informado sobre a situação e despachou a ministra do Interior, Anna Maria Cancellieri, para Messina, província mais atingida na Sicília e onde ocorreram as três mortes.

Na Calábria, segundo a Ansa, foi decretada emergência na costa jônica da região e a linha ferroviária entre Catanzaro e Crotona foi interrompida. Embora nesta quarta-feira tenha chovido pouco na região, permanece o estado de alerta, bem como no sul da Sardenha, atingida por vários temporais na terça-feira. Um trem descarrilou ontem entre Catanzaro e Lamezia, mas ninguém ficou ferido. Pelo menos 152 municípios da Calábria estão em alerta máximo por causa das enchentes e deslizamentos.

Grande parte do solo da Itália é geologicamente frágil e muitas pessoas constroem casas em terrenos montanhosos, desafiando os alertas da defesa civil. Em 2009, enchentes em Messina mataram 37 pessoas.

Neste outono (boreal) enchentes relâmpago em Gênova, na Ligúria (norte) mataram pelo menos seis pessoas, enquanto outras nove foram mortas na Toscana e na região turística de Cinque Terre, também na Ligúria.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.