Enchentes na China já afetam mais de 5 milhões

Mais de cinco milhões de pessoas já foram afetadas pelas fortes chuvas e enchentes que atingem o leste e o sul da China desde o início do mês, segundo estima o governo. Pelo menos 170 pessoas estão mortas ou desaparecidas devido aos temporais.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2011 | 09h33

A agência de notícias chinesa Xinhua afirmou que a chuva deixou grandes áreas da província costeira de Zhejiang totalmente submersas, com mais de um milhão de acres em fazendas inundadas. Já o rio Qiantang, que corta a capital da província, Hangzhou, chegou ao seu maior nível desde 1955.

Centenas de milhares de pessoas tiveram de deixar suas casas devido à enchente. Segundo a Xinhua, as enchentes levaram as empresas a suspenderem as operações e quase seis milhões de pessoas estão com algum tipo de problema por causa das chuvas intensas. Estradas estão fechadas ou bloqueadas, mas o abastecimento nas cidades atingidas pela chuva não foi interrompido.

Fazendeiros disseram que esta é a pior enchente em 20 anos e o Departamento de Agricultura de Zhejiang, informou que as fortes chuvas reduziram a produção em cerca de 20%. Em Hangzhou, os preços das verduras já subiram em média 40%, segundo a agência estatal chinesa.

De acordo como Centro Meteorológico chinês, a expectativa é que a segunda-feira amanheça com sol claro. As informações são da AP.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaenchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.