Enchentes na Coréia do Norte deixam 600 mortos ou desaparecidos

Uma das piores enchentes que já atingiu aCoréia do Norte em décadas matou ao menos 600 pessoas, o dobrodo que havia sido anunciado, informou a agência de notícias dogoverno neste fim de semana. O país havia dito anteriormente a agências internacionaisde ajuda, e informou na imprensa oficial, que 300 pessoastinham morrido ou estavam desaparecidas após a enchente e osdeslizamentos provocados por semanas de fortes chuvas nestemês. "A forte chuva incomum casou enormes perdas materiais paraa Coréia do Norte, gerando dificuldades sem precedentes para avida das pessoas e para construção da economia", informou aagência do governo KCNA. As enchentes na metade do sul do país destruíram milharesde prédios, deixando mais de 300 mil desabrigados eprejudicaram mais de 11 por cento da safra de grãos e milho emum país que já enfrentava uma escassez de comida, acrescentou aagência. (Por Jon Herskovitz)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.