Encontrado 106° bebê roubado durante ditadura militar argentina

Segundo grupo Avós da Praça de Maio, 500 crianças foram sequestradas por forças do Estado entre 1976 e 1983

estadão.com.br,

07 de agosto de 2012 | 17h06

BUENOS AIRES - Foi encontrado mais um bebê roubado durante a ditadura militar argentina (1976-1983). Pablo Javier Gaona Miranda procurou o grupo Avós da Praça de Maio, na Argentina, no dia 29 de junho, com dúvidas sobre sua origem.

Veja também:

link Operação Condor 'trocou' terra natal de crianças

link Argentina renova busca por bebês sequestrados

Um exame de DNA provou a verdadeira identidade de Gaona, hoje com 34 anos. Ele foi sequestrado com os pais, María Rosa Mirando e Ricardo Gaona Paiva, em 14 de maio de 1978, quando tinha apenas um mês de vida.

De acordo com as Avós da Praça de Maio, 500 bebês foram roubados por forças do Estado durante do regime militar. Gaona é o 106° a ser encontrado e ter sua identidade recuperada.

Assista uma conversa com o correspondente do 'Estado' em Buenos Aires, Ariel Palacios e o repórter e blogueiro do 'Estado' Roldão Arruda sobre o caso, a partir das 18h, no site estadão.com.br. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.