Encontrado antraz na ventilação do Senado americano

O líder da Câmara norte-americana, o republicano Dennis Hastert, disse que o complexo do Congresso permanecerá fechado até o fim do dia para que todos os edifícios possam ser rastreados, para verificação da presença da bactéria antraz. Hastert disse que a decisão de fechar o Congresso foi tomada após esporos do antraz terem sido encontrados no sistema de ventilação e nos túneis que ligam os edifícios do complexo. Também foi divulgada hoje a informação de que testes comprovaram que vários membros da equipe do líder da maioria democrata Thomas Daschle foram contaminados com a bactéria antraz. Uma carta com forma bastante potente do antraz foi enviada segunda-feira ao escritório de Daschle. Hastert disse que seu próprio escritório estava sendo isolado, já que uma carta suspeita foi encontrada no local momentos antes de iniciar as declarações. Ele acrescentou que as pessoas que estiveram no escritório de Daschle estão sendo localizadas para realização de testes. Antraz no escritório do governador Evidências da bactéria antraz também foram encontradas no escritório em Manhattan do governador de Nova York George Pataki, na sala utilizada pela sua equipe de segurança destacada da polícia do Estado. Os testes foram iniciados na área na segunda-feira à noite e o resultado revelado hoje. O complexo de escritórios de Pataki, nos 38º e 39º andares de um edifício no número 633 da terceira avenida, foram fechados para realização de mais testes e descontaminação. Os escritórios devem ser reabertos na segunda-feira. Nenhum dos funcionários dos escritórios do governador está contaminado, segundo testes realizados. Mas tanto o governador quanto os funcionários tomarão o antibiótico Cipro, da Bayer, por precaução. As informações são da Dow Jones. Leia o especial

Agencia Estado,

17 Outubro 2001 | 13h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.