Encontrado filme sobre campo de concentração nazista

Um filme que mostra o funcionamento de um campo de concentração nazista da 2ª Guerra Mundial (1939-1945) foi encontrado em uma igreja na cidade de Devon, sudoeste da Inglaterra, informou nesta quarta-feira o Arquivo de Televisão e Cinema desta região britânica.Na fita, de dez minutos, membros da SS aparecem administrando um campo de trabalho escravo no sul da Rússia. Nas imagens, os oficiais nazistas obrigam os presos a trabalharem enquanto eles tomam café.Segundo uma fonte do Arquivo de Televisão e Cinema, a filmagem foi encontrada na Igreja Batista de Cullompton, em Devon, embora não se saiba como chegou até ali."Parece algo que alguém filmou para levar para casa e mostrar onde trabalhava", afirmou hoje Elayne Hoskin, porta-voz do órgão.Segundo os historiadores, trata-se de um filme diferente das filmagens feitas pelos nazistas com fins de propaganda do nazismo.O Arquivo de Televisão e Cinema analisa o filme com historiadores na Alemanha e na Rússia, enquanto tenta estabelecer como a fita chegou até a igreja. Para profissionais do Museu Imperial da Guerra, de Londres, não há dúvidas de que se trata de um registro único.Segunda a rede inglesa BBC, uma das teorias é de que o homem que cuidava do clube cinematográfico da igreja ganhou o vídeo de um amigo do leste europeu. As imagens parecem ter sido registradas por alguém que queria mostrar em casa como era seu ambiente de trabalho. Imagina-se que um dos oficiais da SS foi responsável pela gravação.Em uma das cenas, prisioneiros de guerra aparecem descarregando toras de um caminhão sob a ameaça dos militares. Outra imagem traz os oficiais nazistas rindo e brincando, tomando café e comendo bolo com suas secretárias.Embora alguns achem que o vídeo foi doado ao presidente do clube cinematográfico da Igreja, outros acreditam que ele pode ter sido obtido por soldados que ficaram acampados próximo à Devon.A igreja foi usada como base por tropas britânicas durante a 2ª Guerra Mundial.Texto ampliado às 20h40

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.