Encontrados 50 corpos de soldados iraquianos mortos em ataque

Os corpos de aproximadamente 50 soldados iraquianos foram encontrados mortos em uma estrada localizada no leste do Iraque. Aparentemente as vítimas foram assassinadas quando estavam voltando para casa, durante período de licença, disseram autoridades iraquianas neste domingo. O porta-voz do ministério do Interior, Adnan Abdul-Rahman, acredita que os soldados teriam sido assassinados no sábado na estrada que fica 150 quilômetros a leste de Bagdá. Entretanto, há relatórios conflitantes sobre o número de mortos, sobre se de fato são soldados do exército iraquiado, e se todos eles foram assassinados. O porta-voz do governo iraquiano, Maha Malik, disse que testemunhas disseram que o comboio foi atacado por insurgentes que atearam fogo e lançaram granada sobre os dois veículos que conduziam a tropa. O general al-Azzawi-Azzawi de Walid, comandante das forças armadas da província de Diyala, disse que as vítimas estavam distribuídas em quatro fileiras com 12 corpos em cada uma. ?Após a inspeção, constatamos que eles foram executados depois de terem sido ordenados para se deitar no chão?, disse. Al-Assawi afirmou ainda que todos os mortos eram integrantes do novo exército iraquiano, em treinamento no campo Kirkush, em Baladruz. Um repórter que estava no local relatou ter visto restos dos dois veículos queimados, vestígios de sangue, e restos humanos. Uma fonte militar dos Estados Unidos confirmou o fato, mas não garantiu com certeza o número de mortos.

Agencia Estado,

24 Outubro 2004 | 08h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.